Home  |    Cadastre-se    |    Blog   |    Contato

Notícias

  • Notícias
  • Babá Pecê discute com Ministro Interino da Cultura políticas para as religiões de matrizes africanas
Babá Pecê discute com Ministro Interino da Cultura políticas para as religiões de matrizes africanas

Quinta, 26 Setembro 2013

Babá Pecê discute com Ministro Interino da Cultura políticas para as religiões de matrizes africanas

Sacerdote da Casa de Oxumarê, Babá Pecê se reuniu com Marcelo Pedrosa, ministro interino da Cultura para discutir a política cultural estabelecida para que os espaços religiosos de matrizes africanas sejam reconhecidos como parte do patrimônio histórico do país. O encontro foi articulado pelo gabinete do deputado federal José Guimarães (PT – CE) e teve o objetivo de apresentar as demandas do povo de santo para o ministro.
De acordo com Babá Pecê é fundamental que o governo federal reconheça, ainda mais, a importância dos terreiros de candomblé e casas de umbanda para a preservação e disseminação da cultura afrobrasileira. "Somos cientes que cada terreiro é um verdadeiro museu. Repletos de histórias, objetos, costumes que falam muito do nosso povo. Precisamos de uma política mais firme, que possibilite a manutenção desses espaços. A intolerância vem tomando conta, e se não houver a salvaguarda do governo, podemos ser extintos", disse o babalorixá.
Marcelo Pedrosa, ministro interino, já que Marta Suplicy está na China, disse que já existe um planejamento para que o IPHAN possa reconhecer e tombar mais terreiros ao longo dessa gestão.
Além de Babá Pecê, a reunião contou com a presença de outros integrantes da egbé da Casa de Oxumarê, como a agbá Walquíria de Òsún, egbon Sônia de Òságuian, o babá Egbé, Leandro de Òsúmáré, egbon Cotinha de Ògún, egbon Elza de Yewá e Kiko de Òságuian.